“A bola parou” – Ribery confirmou o fim de uma rica carreira

“A bola parou, mas as emoções dentro de mim não. Obrigado a todos por uma grande aventura”, Ribery escreveu brevemente nas redes sociais em vários idiomas.

O jogador de 39 anos, que deixou a maior marca nas fileiras do Bayern de Munique, fez sua última partida como integrante do Salernitana em meados de agosto, contra a Roma. No segundo tempo da partida da primeira rodada do campeonato italiano contra a Roma, ele machucou ou voltou a machucar o joelho. O prognóstico médico não era promissor, e o jornal L’Equipe também anunciou o fim da carreira de jogador no início de outubro.

No Salernitana, segundo a agência noticiosa francesa AFP, decidiram manter Ribéry no clube, mas o seu papel ainda não foi revelado. A função de coaching também é mencionada.

Com a França, pela qual disputou 81 partidas e marcou 16 gols, Ribéry foi vice-campeão da Copa do Mundo de 2006, e também atuou na Copa do Mundo de 2010 na África do Sul e em duas Eurocopas em 2008 e 2012. Em sua carreira no clube, além de Bayern e Salernitana, para onde se transferiu em setembro passado, também representou as cores de Marselha, Fiorentina, Metz, Galatasaray, Brest e Boulogne-sur-Mer.

Ele fez 425 partidas pelos gigantes da Baviera em todas as competições. Ele marcou 124 gols e contribuiu com 182 assistências. No total, em sua carreira profissional em 632 jogos, ele registrou 151 vezes como artilheiro e 224 vezes como passador.

Estela Costa

"Leitor freelance. Introvertido premiado. Defensor do café. Especialista incondicional em bacon. Escritor amigável."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *