Adeptos do Hajduk revoltam-se em Portugal: pessoas correram das esplanadas dos bares

Um grupo de torcedores do Hajduk Split causou um verdadeiro pânico na noite de terça-feira, na véspera da partida da terceira rodada de qualificação para a Liga de Conferências na cidade de Guimarães, no norte de Portugal. Ela começou a disparar produtos pirotécnicos, e as explosões causaram pânico entre as pessoas que estavam nos terraços do centro histórico da cidade na época.

O centro de Guimarães, que está na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO desde 2001, foi palco de incidentes com torcedores do Hajduk Split na noite de terça-feira. A imprensa portuguesa informa que cerca de 150 adeptos do clube croata acenderam e agitaram tochas vermelhas, lançaram pirotecnia e garrafas em vários locais da cidade.

A maioria dos fãs estava vestida de preto e com o rosto coberto. Moradores locais e turistas tiveram que deixar as esplanadas de bares e ruas devido à destruição.

Imagens que surgiram nas redes sociais mostram um grupo de homens mascarados correndo pela cidade, derrubando cadeiras e acendendo tochas. Caso contrário, nenhum sinal do clube pode ser visto nos vídeos.

Para visualizar o conteúdo das redes sociais, ative os cookies das redes sociais. Ativar cookies

Para visualizar o conteúdo das redes sociais, ative os cookies das redes sociais. Ativar cookies

No jornal Sobre Yugo também escrevem que membros do grupo de adeptos do Benfica No Name Boys também podem estar entre os adeptos, mas a polícia não confirmou essas especulações. Além disso, não há relatos de danos materiais, feridos ou prisões por enquanto.

Egídio Pascoal

"Estudante. Especialista em web. Guru da música. Especialista em bacon. Criador. Organizador. Típico viciado em viagens. Estudioso de café. Explorador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.