Chile e Peru excluem Equador do mundial no CAS



Byron Castillo supostamente falsificou a data de nascimento e os documentos do país de nascimento. Foto: EPA

Conforme relatado pela agência de notícias francesa AFP, a Federação Internacional de Futebol (FIFA) está em disputa pela nacionalidade em setembro Byron Castilloque jogou pelo Equador nas eliminatórias da Copa do Mundo, decidiu a favor desta seleção.

Chile e Peru recorreram assim ao CAS, que é sua última esperança, para proibir a participação dos equatorianos, que têm o jogo de abertura do campeonato contra o Catar em 20 de novembro. Ambas as federações exigem que o CAS comunique uma decisão até 10 de novembro na Mais recentes.

Castillo jogou em oito partidas de qualificação, incluindo ambas contra o Chile, somando apenas um ponto nesses dois encontros. Ele não jogou contra o Peru, e os peruanos conquistaram quatro pontos.

A federação chilena diz que há provas contundentes de que o zagueiro, que joga no México pelo Leon, nasceu na Colômbia em julho de 1995, e não em novembro de 1998 em Playas, no Equador.

O Equador terminou a classificação na América do Sul em quarto lugar e garantiu a classificação direta para a Copa do Mundo, onde jogará em grupo com Catar, Holanda e Senegal. Tanto o Peru quanto o Chile dizem que deveriam jogar a Copa do Mundo em vez do Equador.

O Peru ficou em quinto e perdeu as eliminatórias intercontinentais extras para a Austrália, enquanto o Chile ficou em sétimo, sete pontos atrás do Equador e cinco atrás do Peru, mas eles querem que todos os oito jogos em que Castillo jogou sejam derrotas para os equatorianos, o que daria ao Chile o quarto lugar Lugar, colocar.

Estela Costa

"Leitor freelance. Introvertido premiado. Defensor do café. Especialista incondicional em bacon. Escritor amigável."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *