Com um gol em sua milésima partida, Messi levou a Argentina às quartas de final da Copa do Mundo

A Argentina é a segunda finalista da Copa do Mundo no Catar, depois da Holanda.

Lionel Messi marcou pela primeira vez nas eliminatórias da Copa do Mundo.

Reuters

Os argentinos venceram a Austrália por 2 a 1 (1 a 0) em Al Rajan nas oitavas de final. Os argentinos enfrentarão a Holanda nas quartas de final, que anteriormente eliminou os EUA com um placar de 3 a 1.

A Argentina justificou o papel de favorita na partida contra a Austrália e, ao contrário do WC 2018 anterior, quando perdeu para a eventual campeã França, sobreviveu a esta parte da competição. No primeiro tempo, os sul-americanos tiveram muito mais posse de bola, mas na maioria não foram perigosos, com exceção dos 35 minutos, quando Lionel Messi marcou o gol da vitória em seu jubileu milésimo jogo da carreira.

No segundo tempo, a Argentina teve tudo sob controle na maior parte do tempo e através de Julian Alvarez confirmou sua passagem para os oito primeiros, onde enfrentará os holandeses na sexta-feira em Lusail. Apesar de um desempenho anêmico em boa parte da partida, os australianos encerraram a Copa com uma repetição de sua melhor conquista da Copa do Mundo, antes da qual haviam perdido nas oitavas de final de 2006 para a eventual campeã Itália. No final da partida de hoje, em que estiveram na maior parte em posição subordinada, poderiam até ter empatado, mas o guarda-redes argentino Emiliano Martinez deu provas.

A partida não ofereceu nada emocionante na primeira meia hora. Aos 35 minutos, Messi marcou em sua milésima partida na carreira. Os argentinos passaram pela defesa australiana com alguns passes rápidos, e Messi então marcou seu primeiro gol nas eliminatórias da Copa do Mundo com um chute rasteiro de 14 metros. Ele alcançou os oito anteriores na fase de grupos das Copas do Mundo de 2010, 2014 e 2018.

Messi, para muitos o melhor jogador do mundo, marcou seu 789º gol na partida do jubileu, e com o nono em mundiais, superou Diego Maradona entre os argentinos e está um atrás de Gabriel Batistuta.

Os argentinos também tiveram tudo sob controle no início do segundo tempo, mas o goleiro argentino Emiliano Martinez por duas vezes causou profundos suspiros na torcida argentina ao jogar na frente do próprio gol.

Aos 57 minutos, a jogada do goleiro australiano Ryan foi fatal, Julian Alvarez tirou a bola dele na frente do gol e marcou por 2 a 0. Embora os australianos continuassem a não mostrar muito, aos 77 minutos de repente marcaram um gol com alguma sorte. O chute de longe de Craig Goodwin atingiu Enzo Fernandez, que desviou a bola para a rede de um indefeso Martinez.

Aziz Behich novamente cuidou de um chute perigoso aos 81 minutos após a penetração e jogo muito indiferente dos argentinos naqueles momentos, mas os homens de Lionel Scaloni se recuperaram rápido o suficiente e fizeram três bolas finais por Lautaro Martinez aos 89, 93 e 95 minutos e alguns outros tiros também.

Aos 97 minutos, os australianos poderiam ter punido as oportunidades desperdiçadas, pois Garang Kuol rematou perto da baliza, mas o guarda-redes argentino Martinez fez uma excelente defesa para evitar o prolongamento.

As partidas das oitavas de final serão França – Polônia e Inglaterra – Senegal no domingo, Japão – Croácia e Brasil – Coreia do Sul na segunda-feira, e Marrocos – Espanha e Portugal – Suíça na terça-feira.

Egídio Pascoal

"Estudante. Especialista em web. Guru da música. Especialista em bacon. Criador. Organizador. Típico viciado em viagens. Estudioso de café. Explorador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *