Dica de TV: Adeus, Baby Girl e As Ditaduras Esquecidas da Europa

segunda-feira, 18 de julho

Adeus, menina: Canal A às 20:00

Classificação do fim de semana: 5 (de 5)

Partiu bebê. EUA, 2007. Diretor: Ben Affleck. Elenco: Casey Affleck, Michelle Monaghan, Morgan Freeman, Ed Harris. Crimeia. 130 minutos.

A estreia de Ben Affleck na direção, que provou para muitos que Ben é melhor atrás da câmera do que na frente dela, é um daqueles filmes de crime que transcende as fronteiras do gênero e apresenta tanto o herói quanto o espectador com um dilema que não desaparece facilmente.

O herói neste caso é o detetive Patrick Kenzie, que, junto com sua namorada Angie Gennaro, fica com o caso do sequestro de uma menina de quatro anos, Amanda. Amanda, de quatro anos, desaparece do apartamento de sua mãe em Boston. A investigação policial não leva a lugar nenhum, então a tia da garota, Bea, contrata Patrick e Angie. A investigação os leva fundo na teia da corrupção, e suas descobertas também abalam seu relacionamento.

Ditaduras Esquecidas da Europa: A Era de Salazar em Portugal: TV SLO 1 às 21h00

Europas esquecido Diktaturen. Co-produção, 2021. Direção: António Cascais. 2/2. Doc. Series. 55 minutos.

Ditaduras Esquecidas da Europa: O Regime do Coronel na Grécia Photo Tv Slo

A ditadura em Portugal foi a mais longa ditadura de direita na Europa no século XX. Durante 48 anos, todos os fios estiveram nas suas mãos de um único homem – António de Oliveira Salazar.

O asceta humilde era bem diferente de outros ditadores populistas da época. À custa da pobreza extrema, tirou Portugal da dívida e não o envolveu na Segunda Guerra Mundial, mas negligenciou o desenvolvimento económico e a educação. A ditadura acabou sendo enterrada por sua insistência nas guerras coloniais, então entrou em colapso por conta própria.

Egídio Pascoal

"Estudante. Especialista em web. Guru da música. Especialista em bacon. Criador. Organizador. Típico viciado em viagens. Estudioso de café. Explorador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.