Lionel Messi também espera a ajuda de Deus

No domingo, às 17h, terá início a 22ª Copa do Mundo da FIFA, com a partida entre os anfitriões Catar e Equador. Para evitar jogar no calor escaldante do meio do verão no Catar, o calendário da competição é incomum, já que até agora os campeonatos são realizados no meio do ano, após o término das temporadas do clube. A maioria das seleções nacionais nem teve tempo para longas preparações, já que muitos futebolistas tinham compromissos com os clubes no final da semana passada. Alguns jogadores jogaram com o freio de mão nas últimas partidas do clube por medo de lesões. A maioria dos 32 selecionadores esperou até o último momento para selecionar 26 jogadores. Alguns até listaram jogadores lesionados na esperança de que se recuperem no primeiro jogo.

O veterano Dani Alves, de 39 anos, também joga pelo Brasil

O Brasil, primeiro favorito do campeonato, se reuniu nesta segunda-feira para uma preparação de cinco dias em Turim, no centro de treinamento da Juventus, onde os jogadores do PSG Neymar e Marquinhos chegaram atrasados. Desta vez não se tratava de estrelato, mas atrasou-se devido a problemas técnicos no voo de Paris para Turim. Dada a abundância de qualidade futebolística que o Brasil possui e a excelente forma dos jogadores que jogam nos clubes europeus, o técnico Tite, de 61 anos, teve uma tarefa desafiadora ao selecionar jogadores para a Copa do Mundo. Há até nove atacantes na lista que estão em sua melhor forma, já que o Brasil já marcou 27 gols em oito jogos este ano. A mais polêmica foi o convite a Dani Alves, de 39 anos, que se transferiu do Barcelona para o Pumas, do México. O selecionador aposta principalmente na sua autoridade no balneário e influência nos jogadores mais jovens. Saindo sem convite: os atacantes Robert Firmino (Liverpool) e Gabriel Barbosa (Flamengo), o zagueiro Gabriel Magalhães (Arsenal), o lateral Emerson Royal (Tottenham)…

A Argentina, que tem tido alguns problemas com lesões, será naturalmente comandada por Lionel Messi no Qatar, para quem o penta Mundial será a última hipótese de conquistar o título de campeão do mundo. Este é o único louro que lhe falta na carreira e com o qual se tornaria, sem dúvida, o melhor jogador de futebol de todos os tempos. “Aprendi o quanto é importante começar a Copa do Mundo com uma vitória. Essa é a base de toda história de sucesso nas grandes competições. Temos que acreditar em nós mesmos e lutar para alcançar o objetivo. Espero que Deus também nos ajude, “, disse o homem de 35 anos Lionel Messi.

O técnico da Espanha, Luis Enrique, ficou surpreso com sua seleção, que incluía sete jogadores do Barcelona na lista. “Se ganharmos o título de campeão mundial, vou cortar o cabelo no cabeleireiro”, anunciou o jovem de 19 anos no encontro da seleção Pedro. Não está na lista o lendário zagueiro Sergio Ramos, 36, que esperava encerrar uma rica carreira internacional de 180 jogos no Catar. “Meu sonho era participar da quinta Copa do Mundo. Infelizmente, estarei assistindo de casa. É difícil, mas o sol nasce novamente todos os dias. Nada vai mudar para mim. A paixão, a mentalidade e o foco permanecerão os mesmos, ” anunciou nas redes sociais Sergio Ramos. Um dos melhores meio-campistas do campeonato inglês, Thiago Alcantara (Liverpool), e os goleiros David de Gea (Manchester United) e Kepa Arrizabalaga (Chelsea) não estão na lista.

A Alemanha, tetracampeã mundial, fará minipreparações em Omã, mas o goleiro do Barcelona, ​​Marc-Andre ter Stegen, não viajou para lá, pois ficou em Frankfurt devido a uma infecção e ingressará na equipe posteriormente. O zagueiro francês Presnel Kimpembe se retirou do Catar, já que os últimos testes no PSG mostraram que ele não está totalmente apto depois de sofrer problemas com lesões durante toda a temporada. Embora Eden Hazard, de 31 anos, jogue muito pouco no Real Madrid (229 minutos em seis jogos, um gol, uma assistência), o técnico da Bélgica, Roberto Martinez, o incluiu na lista. “Hazard é o capitão da seleção nacional e um dos nossos principais jogadores. No Mundial de 2018, ele foi um dos destaques rumo ao terceiro lugar. Estimamos que sua condição no clube não afetará seu trabalho no seleção nacional. Sua contribuição para a seleção não é visível apenas em campo. Quando Hazard está no vestiário, somos um time melhor”, explicou o espanhol no banco da Bélgica Roberto Martinez.

Um encontro frio entre Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes

Cristiano Ronaldo colocou Portugal no centro das atenções, não a seleção nacional, mas a si mesmo para uma entrevista de 90 minutos na qual ele criticou seus empregadores no Manchester United. A entrevista, para a qual não teve autorização do clube, decorreu por iniciativa dos portugueses. Nela, ele diz que nada mudou no clube desde que saiu em 2009, então continua parado no tempo. “O clube me traiu. Eu saí como uma ovelha negra. Eles querem me expulsar do clube. Eu não respeito o técnico Ten Hag porque ele também não me respeita”, disse o jogador de 37 anos. Cristiano Ronaldo. A mídia inglesa informa que ele enfrenta uma multa de um milhão de euros do clube, enquanto há muitas especulações sobre como isso afetará o vestiário da seleção nacional. Ronaldo também pode ter problemas nisso, já que também o divide com Bruno Fernandes, companheiro de equipe no Manchester United. Os dois jogadores se encontraram pela primeira vez na montagem da seleção. O vídeo mostra que eles apertaram as mãos por iniciativa de Ronaldo, mas após uma breve conversa, o capitão pareceu surpreso. “A Copa do Mundo não está no momento certo para os jogadores e torcedores. Não será a melhor altura para ver os jogos, porque serão quando as crianças estão na escola e os adultos no trabalho”, disse um dos principais jogadores de Portugal Bruno Fernandes.

A Croácia, vice-campeã mundial, foi a Riad para os preparativos finais, onde fará uma partida preparatória contra a Arábia Saudita hoje. “O mais importante é que todos estejam saudáveis. Tudo está subordinado à preparação para o primeiro jogo com o Marrocos. Estamos bem, mas não vou sobrecarregar os jogadores e a mim mesmo com o sucesso. Faremos tudo o que sabemos fazer, ” foi o cauteloso técnico croata Zlatko Dalic. O seleccionador da Sérvia, Dragan Stojković, tem vários problemas. A maior preocupação para ele são as lesões dos artilheiros Aleksandar Mitrović e Dušan Vlahović. “Tenho a certeza que vão ficar bem. Até ao momento, Mitrović jogou lesionado em partidas em que muitos não teriam jogado”, afirmou. Dragan Stojkovicantes de levar o time para um amistoso no Bahrein.

Egídio Pascoal

"Estudante. Especialista em web. Guru da música. Especialista em bacon. Criador. Organizador. Típico viciado em viagens. Estudioso de café. Explorador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *