Liverpool encerra série de vitórias do Napoli, fim da temporada europeia para o Atlético



Jan Oblak e seus companheiros agora só poderão se concentrar no campeonato espanhol e na copa após o término da Copa do Mundo no Catar. Foto: Reuters

Os portugueses conquistaram o primeiro lugar, o segundo foi o Brugge, que empatou em Leverkusen (0:0), e o Bayer conquistou o terceiro lugar e apurou-se para os oitavos-de-final da Liga Europa. Os alemães estavam empatados em pontos com os espanhóis, mas venceram o confronto direto por 2 a 0 na BayArena e empataram em 2 a 2 em Madri na semana passada, depois que o Atlético perdeu um pênalti aos 98 minutos da vitória.


Mehdi Taremi balançou a rede do Atlético aos 5 minutos.  Foto: AP
Mehdi Taremi balançou a rede do Atlético aos 5 minutos. Foto: AP

Jan Oblak marcou pela primeira vez aos 5 minutos, quando Mehdi Taremi empurrou a bola para a rede após um passe de Evanilson. O Atlético agiu como um exército quebrado. Aos 24 minutos, Wenderson Galeno bateu Stefan Savić na lateral esquerda e passou para a área, onde Stephen Eustaquio marcou de 12 metros.

O fato de o padrinho do Atlético ter sido Oblak, que evitou uma derrota muito maior com boas defesas, diz muito sobre o equilíbrio de poder no estádio com o Dragão. Um gol honroso para os espanhóis foi marcado por Ivan Marcano um minuto antes do final da prorrogação. Depois de um escanteio, ele mandou a bola para sua própria rede.

Atlético desiste das competições europeias após derrota no Porto

O Napoli sofreu sua primeira derrota da temporada em Anfield
No Grupo A, o clássico dos líderes aconteceu em Anfield, onde o Liverpool venceu o Napoli por 2 a 0. Foi a primeira derrota da equipe líder da Série A nesta temporada. A equipe de Luciano Spalletti ainda conquistou o primeiro lugar, pois venceu a primeira partida contra os encarnados por 4 a 1.


Mohamed Salah empurrou a bola por cima da linha do gol de perto para dar ao Liverpool a liderança.  Foto: EPA
Mohamed Salah empurrou a bola por cima da linha do gol de perto para dar ao Liverpool a liderança. Foto: EPA

Aos 53 minutos, o excelente Hviča Kvaracheli cobrou falta da lateral esquerda. Ele mandou a bola na frente do gol do Liverpool, onde o zagueiro Leo Östigard balançou a rede com a cabeça. O árbitro Tobias Stieler e o videoárbitro Bastian Dankert se consultaram por três minutos. O norueguês estava a apenas um centímetro da posição proibida com o ombro direito.

O Liverpool abriu o placar a quatro minutos do final. Virgil van Dijk chutou de cabeça perigoso, o goleiro Alex Meret conseguiu manter a bola na frente da linha de gol com sua extrema força, mas Mohamed Salah correu e empurrou para fora da linha com o pé direito. Meret lutou contra ela, mas era tarde demais.

Ainda havia sete minutos de prorrogação na programação. Na última ação da partida, após um escanteio, van Dijk saltou mais alto novamente. Meret quicou a bola para Darwin Nunez. O uruguaio, que entrou aos 73 minutos, mandou para a rede. O árbitro levantou a bandeira, mas errou. O videoárbitro percebeu que Piotr Zielinski estava na linha do gol e o gol foi validado.

Bayern derrotou o Inter e somou 18 pontos
No Grupo C, tudo já estava decidido antes da última rodada. Bayern e Inter competiam apenas por prestígio, mas a atmosfera na Alliaz Arena ainda era ótima, com 75.000 espectadores reunidos. Andre Onana estava novamente no gol da Inter, Samir Handanović estava sentado no banco.


Benjamin Pavard assumiu a liderança do Bayern com um cabeceamento.  Foto: Reuters
Benjamin Pavard assumiu a liderança do Bayern com um cabeceamento. Foto: Reuters

O técnico bávaro Julian Nagelsmann embaralhou bastante o time titular. Leroy Sane, Lucas Hernandez, Matthijs de Ligt, Thomas Müller e Manuel Neuer estão lesionados. Noussair Mazraoui e Josip Stanišić tiveram uma chance na defesa, enquanto Marcel Sabitzer e Ryan Gravenberch tiveram uma chance no meio-campo. O atacante Eric-Maxim Choupo Moting voltou a brilhar, sendo aplaudido de pé ao deixar o green.

O Inter começou de forma decidida e aos 8 minutos cheirava a pênalti mais duro. Nicolo Barella disparou poderosamente de 25 jardas e Sadio Mane cobriu o rosto com as mãos. O árbitro eslovaco Ivan Kružliak, após consultar o árbitro de vídeo, assistiu ao vídeo na linha lateral e não decidiu sobre o pênalti mais severo. O técnico do Inter, Simone Inzaghi, ficou furioso.

Martinez escorrega, cabeceio Pavard preciso
Aos 27 minutos, Robin Gosens correu pelo lado esquerdo e passou na frente do gol, e Lautaro Martínez chutou por cima do gol de perto. A punição por oportunidades perdidas veio rapidamente. Aos 32 minutos, Joshua Kimmich cobrou escanteio, Martinez escorregou no momento crucial e Benjamin Pavard acertou a rede com um cabeceamento desimpedido.


Eric-Maxim Choupo Moting esteve na sombra de Robert Lewandowski por dois anos.  O camaronês está em ótima forma após a saída do polonês para o Barcelona.  Foto: EPA
Eric-Maxim Choupo Moting esteve na sombra de Robert Lewandowski por dois anos. O camaronês está em ótima forma após a saída do polonês para o Barcelona. Foto: EPA

No início do segundo tempo, Kristjan Asllani passou uma falta da direita na frente do gol, onde Francesco Acerbi checou Sven Ulreich com a cabeça, mas ele estava em uma posição proibida.

Ótima foto de Choupo-Moting
Aos 72 minutos, Alphonso Davies passou para Choupo-Moting. O atacante camaronês colocou a bola no pé direito a 20 metros do gol e mandou por baixo do travessão. O jogador de 33 anos está em plena forma, já tendo marcado no sexto jogo consecutivo.

O Inter teve a melhor chance aos 92 minutos, quando Hakan Calhanoglu passou para Edin Džeko. O atacante enrolou a bola para o canto mais distante com o pé direito, mas Ulreich apareceu e desviou a bola para o canto.

Tottenham depois de uma virada para o primeiro lugar
O Grupo D foi muito equilibrado, em que todas as equipas tinham antes da última jornada mais oportunidades de progresso. O Marselha liderou contra o Tottenham após o primeiro tempo, mas acabou de mãos vazias (1:2). Os ingleses garantiram o primeiro lugar com três pontos no quente estádio do Velódromo.


Jogadores do Tottenham comemoram no Velódromo.  Depois do primeiro tempo, as coisas não pareciam boas para eles.  Foto: EPA
Jogadores do Tottenham comemoram no Velódromo. Depois do primeiro tempo, as coisas não pareciam boas para eles. Foto: EPA

Mbemba deu a liderança ao Marselha
Nos acréscimos do primeiro tempo, Jordan Veretout passou da direita na frente do gol, onde Chancel Mbemba balançou a rede com a cabeça. Ao intervalo, o Marselha seria promovido e o Tottenham passaria para a Liga Europa.

Heróis de Perišić e Höjbjerg no Velódromo
Os ingleses começaram bem o segundo tempo. Aos 54 minutos, Ivan Perišić passou para a área do lado esquerdo, e Clement Lenglet empatou com um cabeceamento de seis metros. As duas equipes tiveram ótimas oportunidades nos minutos finais. No minuto 81, é Pierre-Emile Höjbjerg acertou na trave a 13 metros e, dois minutos depois, Perišić bloqueou com maestria o remate de Alexis Sanchez para evitar a desvantagem. Para o goleiro Hugo Lloris muito provavelmente não interviria.

Nos acréscimos, todos os jogadores do Marselha partiram para o ataque e na última ação do jogo, o Tottenham contra-atacou. Harry Kane passou para Höjbjerg, que mandou a bola para fora da trave e para a rede com o pé direito.


O atacante francês Randal Kolo Muani garantiu a passagem do Eintracht para as 16 melhores equipes da Europa.  Foto: EPA
O atacante francês Randal Kolo Muani garantiu a passagem do Eintracht para as 16 melhores equipes da Europa. Foto: EPA

Um sucesso histórico para o Eintracht
O Sporting perdeu com o Eintracht por 1:2. Os atuais vencedores da Liga Europeia, que também estão jogando muito bem na Bundesliga este ano, se classificaram para as oitavas de final da Liga dos Campeões pela primeira vez na história do clube.

O português assumiu a liderança seis minutos antes do intervalo, quando Arthur Gomes cabeceou para Kevin Trapp de seis jardas. O goleiro do Eintracht ainda tocou na bola, mas ela ainda cruzou a linha do gol.

No segundo tempo, os visitantes de Frankfurt mostraram um excelente desempenho. Após uma hora de jogo, Sebastian Coates jogou com a mão na área e o árbitro Slavko Vinčić apontou para a mancha branca. Daichi Kamada mandou o goleiro Antonio Adan para o lado errado para empatar. O Eintracht precisava urgentemente de uma vitória, Ansgar Knauff também entrou, que substituiu Randal Kol Muani no lado direito aos 72 minutos. O avançado parou a bola com o peito, passou por Gonçalo Inácio e atirou para o fundo das redes com um remate diagonal de pé direito.

Em Lisboa, o número de bilhetes para os adeptos de Frankfurt foi severamente limitado
O encontro no Estádio José Alvalade foi assistido por 41.744 espectadores (a capacidade é superior a 50.000). Os adeptos de Frankfurt receberam apenas 2.500 bilhetes, uma vez que os locais limitaram as vendas aos adeptos do Sporting que pagam uma quota anual. Com isso, queriam evitar que metade do estádio torcesse pelos alemães. Em abril, os 30.000 torcedores do Eintracht foram brindados com uma atmosfera brilhante por uma vitória histórica no Camp Nou, em Barcelona, ​​nas quartas de final da Liga Europa.


Rodada 6, Grupo A:
LIVERPOOL – NÁPOLES 2:0 (0:0)
Salah 86., Nunez 98.

Liverpool: Alisson, Alexander-Arnold (87./Ramsey), Konate, van Dijk, Cimikas, Milner (46./Elliott), Fabinho, Thiago (87./Bejčetić), Salah, Firmino (87./Fabio Carvalho), Jones ( 73./Nunez).

Nápoles: Meret, di Lorenzo, Östigard, Kim, Olivera, Ndombele (87./Raspadori), Lobotka (83./ZielinskI), Zambo Anguissa, Politano (70./Lozano), Osimhen (87./Simeone), Kvarachelija (83. /Elmas).

Juiz: Tobias Stieler (Alemanha)

GUARDAS – AJAX 1:3 (0:2)
Tavernier 87.; Berguis 3º, Kudus 29º, Conceição 89º.

Lestvica:                          
NAPOLI *          6  5 0 1 20:6  15
LIVERPOOL *       6  5 0 1 17:6  15
AJAX              6  2 0 4 11:16  6
RANGERS           6  0 0 6  2:22  0
          * - v osmini finala      

Grupo B:
PORTO – ATLETICO MADRID 2:1 (2:0)
Taremi 5º, Eustáquio 24º; Marcano 95./ag

Porto: Diogo Costa, Pepe (89./Rodrigo Conceição), Fabio Cardoso, Marcano, Zaidu (53./Wendell), Otavio (89./Gonçalo Otavio), Grujić, Eustaquio, Galeno (89./Folha), Evanilson (81. /Toni Martinez), Taremi.

Atlético: Oblak, Molina, Savić, Gimenez, Reinildo, Correa (85./Barrios), de Paul, Witsel, Saul Niguez (60./Carrasco), Griezmann, João Félix (60./Cunha).

Juiz: Daniele Orsato (Itália)

BAYER LEVERKUSEN – CLUB BRUGE 0:0

Lestvica:                          
PORTO *            6  4 0 2 12:7 12
CLUB BRUGGE *      6  3 2 1  7:4 11
BAYER LEVERKUSEN   6  1 2 3  4:8  5
ATLETICO MADRID    6  1 2 3  5:9  5
          * - v osmini finala      

Grupo C:
BAYERN – INTER 2:0 (1:0)
Pavard 32º, Choupo-Moting 72º.

Baviera: Ulreich, Mazraoui (65./Mazraoui), Pavard, Upamecano (46./Davies), Stanišić, Kimmich, Sabitzer, Coman (77./Wanner), Gravenberch, Mane (66./Gnabry), Choupo-Moting (73. /Tel).

Inter: Onana, Darmian, de Vrij (76./Skriniar), Acerbi, Bellanova, Gosens, Barella (60./Mhitarjan), Asllani, Gagliardini (60./Calhanoglu), J. Correa (76./Carboni), Martinez (60 ./Džeko).

Juiz: Ivan Kružliak (Eslováquia)

VIKTORIA PLZEN – BARCELONA 2:4 (0:2)
Chory 52./11-m, 63.; Alonso 7º, Ferran Torres 45º, 54º, Torre 75º.

Lestvica:                              
BAYERN *          6  6 0 0 18:2  18    
INTER *           6  3 1 2 10:7  10    
BARCELONA         6  2 1 3 12:12  7    
VIKTORIA PLZEN    6  0 0 6  5:24  0    
          * - v osmini finala          

Grupo D:
SPORTING LISBOA – EINTRACHT 1:2 (1:0)
Artur Gomes 39.; Kamada 61./11-m, Kolo Muani 72.

Esportes: Adam, St. Juste (78./Cabral), Coates, Gonçalo Inácio, Pedro Porro, Pedro Gonçalves, Ugarte (63./Dario Essugo), Nuno Santos (32./Matheus Reis), Edwards (63./Trincão), Artur Gomes, Paulinho.

Eintracht: Trapp, Tuta, Jakić (80./Smolčić), Ndicka, Dina Ebimbe (69./Knauff), Pellegrini, Kamada, Sow, Lindström (46./Rode), Götze (90./Alidou), Kolo Muani (80. /Borre).

Juiz: Slavko Vinčić (Eslovênia)

MARSELHA – TOTTENHAM 1:2 (1:0)
Mbemba 45º; Lenglet 54., Höjbjerg 95.

Lestvica:                            
TOTTENHAM *        6  3 2 1  8:6 11  
EINTRACHT *        6  3 1 2  7:8 10  
SPORTING LIZBONA   6  2 1 3  8:9  7  
MARSEILLE          6  2 0 4  8:8  6  
          * - v osmini finala        
Bayern e Liverpool convincentes na Liga dos Campeões

Egídio Pascoal

"Estudante. Especialista em web. Guru da música. Especialista em bacon. Criador. Organizador. Típico viciado em viagens. Estudioso de café. Explorador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *