McCann perde batalha judicial – novato em Slovenske

Ainda não tem quatro anos Madeleine McCann desapareceu em 3 de maio de 2007 no balneário português da Praia da Luz, e seus pais ainda não desistiram da busca. Durante a longa saga, eles não puderam sequer evitar acusações de que haviam matado seu próprio filho. Vamos relembrar os rumores de que eles são Kate e Gerry McCann que na verdade é o responsável pelo desaparecimento de Maddie, foi lançado por um detetive português que, segundo eles, lhes causou muitas dores de cabeça na busca pela filha, além de manchar irreparavelmente suas reputações.

É por isso que os McCann Gonçalo Amaral decidiu processar: o detetive também os acusou do desaparecimento da menina em seu livro, que descreve o caso de grande repercussão, violando assim seu direito à vida privada, e ele também participou da filmagem de um documentário e inúmeras entrevistas. Os McCann foram inocentados de suspeitas em 2008, mas o infame livro foi publicado no mesmo ano e não havia fim à vista para o calvário dos cônjuges e a calúnia pública, insistem ainda hoje. O tribunal português concedeu-lhes inicialmente 400.000 euros de indemnização, mas o detetive recorreu; A Suprema Corte então ficou do lado de Amaral, levando o casal britânico a continuar sua batalha no Tribunal Europeu de Direitos Humanos, que agora concluiu que a reputação dos McCann estava de fato manchada porque eles eram suspeitos oficiais na investigação por um tempo, não porque o envolvimento mediático dos notórios portugueses. Ainda não está claro se o casal vai recorrer da decisão, mas eles têm três meses.

Amaral foi inicialmente um dos principais investigadores do desaparecimento de Maddie, mas em 2008 foi retirado do caso após críticas vocais da polícia britânica. Um dos papéis centrais é agora desempenhado pela polícia alemã, que se concentra na Christian Brückner, condenado e preso por estupro, por algum tempo o principal suspeito que supostamente sequestrou e também assassinou a menina. Diz-se que ele tem vários outros crimes semelhantes em sua consciência.

Renata Saldanha

"Viciado em álcool incondicional. Solucionador de problemas ao longo da vida. Especialista em bacon. Defensor de viagens. Praticante de TV orgulhoso. Explorador freelance. Leitor amador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.