O projeto é uma das melhores experiências

25 alunos e dez professores de cinco países europeus estão de visita.

Apenas assinantes dos pacotes Večer Plus e Večer Premium podem acessar a biblioteca de conteúdo popular que você escolher clicando em ❤ no artigo.

Só permitimos que os assinantes dos pacotes Večer Plus e Večer Premium ouçam as notícias por voz.

Alunos e professores da escola secundária de Ravenna estão constantemente tentando fazer o maior número possível de contatos com seus colegas e colegas do exterior. Já participaram com sucesso em muitos projetos internacionais, a partir do ano letivo 2020/21 estão também a participar no projeto de mestrado Erasmus+, que estão a implementar em conjunto com parceiros de Itália, Estónia, Portugal, Bulgária e Roménia. “No projeto, os alunos lidam com conteúdos relacionados aos direitos humanos e liberdades fundamentais, como os valores europeus de igualdade, solidariedade, liberdade, cidadania ativa, dignidade, justiça… tentamos através do aprendizado vivencial trabalhar e contribuir para um mundo melhor”, diz o coordenador Simona Rejec Merkač.

Na segunda quinzena de setembro, o Ravne High School recebeu 25 alunos e dez professores do exterior, para os quais prepararam um programa diversificado sobre o tema da solidariedade. “Apresentamos a eles algumas iniciativas escolares, locais e nacionais, ações e programas relacionados à solidariedade e caridade. Entre outras coisas, também visitamos o Centro Intergeracional da Caríntia, o Museu Provincial da Caríntia e a Biblioteca Central da Caríntia Dr. Franc Sušnik. também foram calorosamente recebidos no município de Ravne na Caríntia, onde fomos apresentados aos programas Prostofer e Picikl. No meio da semana, fomos explorar nossa capital, o que deixou uma impressão agradável. Anunciamos na Filantropia Eslovena e no nos seminários de fim de semana, estudantes e sociedades especialistas discutiram as armadilhas do tráfico de seres humanos”, explica Rejec Merkačeva.

Os alunos do exterior passaram a semana na casa de seus colegas do colégio Ravenna, que se mostraram anfitriões hospitaleiros e atenciosos. “O projeto é uma das melhores experiências que tive até agora no ensino médio. Meu convidado e eu gostamos muito. Vivemos muito e nos divertimos durante toda a semana. Estou ansioso para poder viajar para algum lugar e conhecer outro país e cultura”, resumiu as impressões da aluna do terceiro ano Nal Podlesnik. Julija Valentar Audiotambém estudante do terceiro ano, descreveu a semana da seguinte forma: “Uma experiência excepcional. Fiz muitas novas amizades, todos os alunos foram muito abertos, prontos para conversar e se divertir. Espero que tenhamos uma oportunidade semelhante novamente e que com estes veremos os alunos.”

Em setembro, um aluno da escola secundária de Ravenna também foi ativo Timotej Žvikart, que participou de uma assembléia geral para crianças em Billund, Dinamarca, de onde vêm os tijolos de Lego. Crianças de todo o mundo, com idades entre 10 e 17 anos, reuniram-se e o projeto teve como objetivo familiarizar as crianças com problemas globais e lidar com eles. “Antes do encontro, participamos de reuniões online durante três meses, onde escolhemos um problema específico, que discutimos em oficinas e buscamos soluções. Nosso grupo se concentrou nos problemas do aquecimento global”, explica Žvikart. Eles criaram um manifesto que gravaram e compartilharam com os líderes mundiais. “Gostei muito do projeto em todos os aspectos, fiquei fascinado com a paisagem plana da Dinamarca, tive a oportunidade de aprender sobre as diferentes culturas dos participantes de todo o mundo. Também estávamos todos empolgados em visitar a Legoland.”

Estela Costa

"Leitor freelance. Introvertido premiado. Defensor do café. Especialista incondicional em bacon. Escritor amigável."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *