O projeto ‘Piratas de plástico – vamos, Europa!’ – Eventos e notícias de todo o mundo e do exterior – Projeto ‘Piratas de plástico – vamos, Europa!’ – Si21

Ljubljana, 27 de outubro de 2022 – Com o novo ano letivo, começou na Eslovênia o terceiro período de amostragem de microplásticos e resíduos em rios. O projeto ‘Piratas de plástico – vamos, Europa!’, no qual os alunos do ensino primário e secundário recolhem dados, está a expandir-se para outros países europeus no âmbito do Ano Europeu da Juventude. Na Eslovênia, novos grupos se juntaram à amostragem, e o apelo dos especialistas é claro – é hora de evitar o vazamento de plástico na natureza, pesquisar seu impacto e reduzir a produção de plástico.

24 escolas de toda a Eslovênia começaram a pesquisar a poluição dos rios novamente neste outono, desta vez com ênfase em cursos de água maiores. As promoções ocorrerão até meados de novembro, e alguns locais servirão para comparação com os dados do ano passado, que revelou a presença de partículas microplásticas em metade das amostras coletadas e a poluição de todas as margens dos rios analisadas com resíduos. Dados úteis adicionais serão fornecidos neste ano letivo por escolas na área do Parque das Cavernas de Škocjan, e empresas do Sava Insurance Group com sede na Eslovênia também se juntaram à amostragem.

O projeto de ciência comunitária foi realizado pela primeira vez em 2016 na Alemanha, e no ano passado a Eslovénia e Portugal juntaram-se sob os auspícios do trio de presidências do Conselho da UE. A agenda política do espaço europeu de investigação identificou os Piratas de Plástico como parte da medida de ação da ERA “Bringing Science to Citizens” para o período 2022-2024. Este ano, a investigação com a mesma metodologia está a ser alargada à Bélgica, Hungria, Áustria, Bulgária, Itália, Grécia, Lituânia e Espanha.

O projeto, liderado pela Estação Biológica Marinha de Piran do Instituto Nacional de Biologia da Eslovênia, atraiu muita atenção. Além da apresentação no evento de acompanhamento deste ano Margens limpas, é o gerente de projeto, dr. Mateja Grego apresentou o significado e os resultados da atividade no evento Mês da Ciência do Ministério da Educação, Ciência e Desporto “Exercícios de aprendizagem mútua” (MLE) para a ciência cidadã. Piratas de plástico na Eslovênia são apoiados em comunicação pelos Ecologistas Sem Fronteiras, e o Instituto da Água da República da Eslovênia também participa, entre eles o Dr. Manca Kovač Viršek, um dos membros da equipe que foi o primeiro no mundo a descobrir microplásticos no granizo.

“O ciclo está se encerrando. Cientistas profissionais e cidadãos estão descobrindo microplásticos em todos os lugares. É hora de enfrentar soluções para evitar que o plástico vaze para o meio ambiente e pesquisar seu impacto em nossa saúde, com o objetivo de (mas) também reduzir a produção de plástico”, disse ele. destaca a importância dos “piratas de plástico – vamos, Europa!” projeto. gerente de projetos dr. Greg.

Foto: Mediaspeed

De volta

Paulino Leitão

"Especialista em cerveja. Leitor orgulhoso. Especialista em comida profissional. Praticante de zumbis. Explorador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *