O sangue-frio Tim Gajser está no topo pela terceira vez

Terceiro jogo da temporada, terceira vitória Tim Gajser. A estrela da Honda está a caminho do quinto título do Campeonato do Mundo de Motocross.

Na primeira volta do Grande Prêmio da Argentina, o piloto de 25 anos de Pecs ficou atrás do recém-chegado Maxime RenauxCampeão da classe MX2, mas na segunda classe foi uma classe à parte, superando a concorrência e com sua 36ª vitória na carreira (31ª no MXGP), consolidou sua posição no topo da classificação geral.

Daqui a duas semanas, a corrida será em Portugal, onde o seu maior rival da época passada deverá regressar após lesões, o atual campeão Jeffrey Herlings e Romain Febvre.

Tim Gajser está correndo para o título de campeão mundial. FOTO: Honda Racing

“Gostei de todo o fim de semana aqui na Patagônia, tivemos azar na qualificação e devido a uma falha técnica só tive a sétima vez. Não tive a melhor largada na primeira volta, foi difícil ultrapassar. Na segunda, comecei bem, Jorge Prado caso contrário, ele me ultrapassou porque eu fui muito longe. Mas consegui ultrapassá-lo rapidamente e desde então tive uma corrida tranquila, então estou super feliz”, disse Tiga243.

A vantagem do craque esloveno sobre a Renaux, que também somou 47 pontos, subiu para 17 pontos (141:124), em terceiro está Prado (118).

Na classe MX2 mais fraca, onde na Argentina um piloto esloveno Jan Pancar não se apresentou, os franceses comemoraram Tom Vialle antes do belga Jago Geerts. A próxima corrida será o teste em Águeda, Portugal, no dia 3 de abril.

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.