Os eslovenos ficaram nas oitavas de final

A equipe eslovena de tênis de mesa perdeu nas oitavas de final do Campeonato Mundial de Equipes em Chengdu. Com 3:0, Portugal foi mais favorecido. As alas do treinador Andreja Ojsteršek Urh, que não se encontra na China devido a um teste positivo ao novo coronavírus, avançaram para a fase a eliminar depois de terem ficado em segundo lugar no Grupo 1.

Hoje eles vieram para a mesa em Chengdu Deni Kožul, Darko Jorgić e Pedro Hribar e todos saíram de cabeça baixa.

O primeiro é contra o português melhor classificado no ranking da Federação Internacional de Ténis de Mesa (ITTF), Para Marcos Freitas (33º), Kožul (155º) jogou e perdeu 1:3 (-8, -6, 9, -7).

Então ele surpreendentemente venceu Jorgić, o oitavo jogador do mundo João Geraldo com 3:2 (-6, 11, 4, -9, -8). No entanto, Hrastničan conseguiu uma vantagem de 2:1 nos sets, depois de fazer um rápido trabalho sobre o português, que está em 49º no ranking da ITTF, no terceiro, e depois seu rival venceu o restante do set por uma vantagem de 2:0.

Ele então conquistou o último ponto para os portugueses João Monteiro (83º), que derrotou Petr Hribar (321º) com 3:0 (-9, -10, -3). Portugal enfrentará o Japão nas quartas de final, que também venceu o Brasil por 3 a 0 na quarta-feira.

A seleção da Eslovênia cumpriu seu objetivo básico ao avançar para as oitavas de final após terminar em segundo no Grupo 1.

Deni Kožul venceu o set. FOTO: Thomas Peter/Reuters

Nele, ela registrou vitórias contra Porto Rico (3:1), Tailândia (3:0) e EUA (3:0), apenas o time da casa e os primeiros favoritos os chineses (0:3) foram melhores.

Renata Saldanha

"Viciado em álcool incondicional. Solucionador de problemas ao longo da vida. Especialista em bacon. Defensor de viagens. Praticante de TV orgulhoso. Explorador freelance. Leitor amador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *