Zona do Euro: inflação em outubro de 10,7%. O crescimento econômico no trimestre foi de 0,2 por cento.



Foto: Reuters

Razão principal para a inflação recorde é causada principalmente pelos altos preços da energia. Numa base anual, o maior contribuinte para a inflação foram os preços da energia, que subiram para 41,9 por cento. O aumento dos preços da energia está em comparação com em setembro, quando era de 40,7%, acelerou. Seguiram-se os preços dos alimentos, álcool e tabaco, que subiram em outubro para 13,1 por cento e, portanto, para 1,3 pontos percentuais a mais que em setembro.

Não energético bens industriais ficaram mais caros para seis por cento, que é para 0,5 ponto percentual a mais que em setembro, e serviços para 4,4 por cento, após o crescimento de setembro ter sido de 4,3 por cento, anunciou o Eurostat.

Maior crescimento do PIB na Suécia

No terceiro trimestre deste ano, o crescimento econômico foi de 0,2% na zona do euro e na UE na comparação trimestral de acordo com dados dessazonalizados, e de 2,1% na zona do euro e 2,4% na UE na comparação anual.

No segundo trimestre deste ano, o crescimento do PIB na zona euro foi de 0,8% e na UE foi de 0,7%.

Entre países, para para os quais havia dados disponíveis, no terceiro trimestre a Suécia teve o maior crescimento do PIB (+0,7 por cento), seguida pela Itália (+0,5 por cento), Portugal e Lituânia (ambos 0,4 por cento cada).

Letônia (-1,7 por cento), Áustria e Bélgica (ambos -0,1 por cento) tiveram quedas.
Em uma base anual, todos os países, exceto a Letônia (-0,4 por cento), alcançaram crescimento econômico, de acordo com o Eurostat.

Paulino Leitão

"Especialista em cerveja. Leitor orgulhoso. Especialista em comida profissional. Praticante de zumbis. Explorador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *