Até a defesa pode ser o melhor ataque

Hoje, o Brasil também esmagou a resistência da Suíça e se juntou à França nas batalhas eliminatórias da Copa do Mundo, que ainda espera a volta de Karim Benzema. Após a segunda rodada da fase de grupos, ambas as equipes se classificaram teoricamente para as oitavas de final.


Casemiro (de amarelo) fez o gol da vitória do Brasil contra a Suíça. Foto: Profimedia


DOHA
> As duas primeiras partidas de hoje confirmaram que os representantes africanos no Catar estão melhorando sua forma. Se na jornada inaugural da fase de grupos as cinco equipas do Continente Negro tiveram de se contentar com dois empates e não provaram a doçura da vitória, o resultado da segunda jornada das eliminatórias foi significativamente melhor. Eles venceram três vezes em cinco partidas. Claro, algo também deve ser pedido ao rival, mas as três seleções africanas estão mais ou menos no jogo de promoção, ou com chances reais de conquistar uma das duas primeiras vagas que levam às oitavas de final. melhor do Grupo F.

Hoje, os representantes da África subsaariana trabalharam e confirmaram a imprevisibilidade. As partidas entre Gana e Camarões também foram assim e com muitas reviravoltas. O primeiro estava ansioso pela vitória contra a Coreia do Sul. Depois de abrir uma vantagem de 2 a 0, eles foram empatados por seus rivais asiáticos por dois gols Cho Guesung pego, mas os ganenses tinham outro ás na manga. Ele marcou seu segundo gol da vitória Mohammed Kudus, que passa a ser o primeiro trunfo de Gana. Tem apenas 22 anos, mas tem nas pernas (e na cabeça) a escolinha de futebol do Ajax, o que significa que já está pronto para o palco maior,

As três seleções africanas estão mais ou menos no jogo pela promoção, ou com chances reais de conquistar uma das duas primeiras vagas que levam às oitavas de final. Marrocos parece melhor no Grupo F.

O verdadeiro teste ainda está por vir. Os ganenses ainda têm tudo em suas pernas antes da fase final de grupos de sexta-feira. A partida decisiva será contra o Uruguai, que enfrentará Portugal na última partida do Grupo H e também na segunda fase. Para as seleções africanas, as quartas de final são um marco na Copa do Mundo, que parece um feitiço. Gana esteve muito perto de quebrá-lo no WC de 2010.

A mão de Deus também estava trabalhando na África do Sul, mas não na Argentina, mas no Uruguai. Caso contrário, um atacante marcante Luis Suarez no final da segunda prorrogação no confronto das quartas de final com Gana, ele se transformou em goleiro no final do empate de 1 a 1. Claro que os árbitros não erraram a jogada, com o cartão vermelho de Suarez, Gana teve um pênalti à disposição, que ele Asamoah Gyan desperdiçado. Seguiram-se os pênaltis que deixaram os uruguaios felizes,

Gana ficou com nada além de decepção. Uns bons doze anos depois, ela terá a oportunidade de acertar pelo menos parcialmente as contas do passado. Caso contrário, Camarões chegou às quartas de final da Copa do Mundo como o primeiro representante africano. Em 1990, na Copa do Mundo da Itália, só foi parado pela Inglaterra na prorrogação. Depois disso, os leões africanos não tiveram mais tanto sucesso, a Nigéria assumiu a primazia no continente negro. Camarões se classificou para a Copa do Mundo, mas não teve sucesso, para dizer o mínimo. Antes da partida contra a Sérvia, ele tinha uma sequência de oito derrotas, e hoje estava à beira da nona. Após perder por 0 a 1, Sérvia fez três gols em curto espaço de tempo Para Devis Epassyuque substituiu o guarda-redes castigado do Inter na baliza Andreja Onana. Depois, há o seletor Canção Rigobert puxou um verdadeiro trunfo. Vincent Aboubakar ele fez a defesa sérvia rir duas vezes e cedeu um ponto para Camarões, que mantém os africanos no jogo com poucas esperanças de promoção.

Na última rodada, os brasileiros esperam por eles na sexta-feira, que confirmaram a promoção hoje. A Suíça desafiou os favoritos por muito tempo e manteve o zero. O herói do tiro brasileiro foi inesperado Casemiro, que é antes de tudo um estopim defensivo, indispensável por muitos anos no Real e também no Brasileirão. Quem será o segundo passageiro para as oitavas de final do Grupo G? Assim como há quatro anos, isso será decidido por Suíça e Sérvia em um confronto direto.


Renata Saldanha

"Viciado em álcool incondicional. Solucionador de problemas ao longo da vida. Especialista em bacon. Defensor de viagens. Praticante de TV orgulhoso. Explorador freelance. Leitor amador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *