Os holandeses são os primeiros nas quartas de final da Copa do Mundo no Catar

A seleção holandesa de futebol é a primeira a chegar às quartas de final da Copa do Mundo no Catar. Nas oitavas de final, venceu os EUA por 3 a 1 (2 a 0) em Al Rajan. Às 20:00, a segunda rodada das oitavas de hoje será disputada em Al Rajan, e Argentina e Austrália se enfrentarão. O adversário das quartas de final, a Holanda, será melhor.


Foto: STA

DOHA Embora Cody Gakpo, que já havia marcado em três partidas consecutivas na Copa do Mundo, não tenha marcado entre os artilheiros desta vez, tornando-se o quarto holandês a conseguir tal feito depois de Johan Neeskens, Dennis Bergkamp e Wesley Sneijder, escolhidos de Louis van Gaal estão de volta às quartas de final após a Copa do Mundo de 2014.

Eles fizeram a maior parte do negócio já no primeiro tempo, quando Memphis Depay e Daley Blind marcaram. O passador de ambos os golos foi Denzel Dumfries, que coroou uma boa exibição com um golo de 3:1. Os norte-americanos, que buscavam as primeiras quartas-de-final desde 2002, não foram concretos o suficiente para permanecer no Catar na maior parte da partida.

Holanda: EUA 3:1 (2:0)

Estádio Internacional Kalifa, 44.846 espectadores, árbitros: Sampaio, Boschilia e Pires (todo o Brasil).

Marcadores: 1:0 Depay (10º), 2:0 Blind (45º), 2:1 Wright (76º), 3:1 Dumfries (81º).

Os Países Baixos: Noppert, Timber, Van Dijk, Ake (de 93. de Ligt), Dumfries, De Roon (de 46. Bergwijn), F. de Jong, Blind, Klaassen (de 46. Koopmeiners), Gakpo (de 93. Weghorst) , Depay (de 83. Simons).

EUA: Turner, Dest (de 75. Yedlin), Zimmerman, Ream, Robinson (de 92. Morris), Adams, McKennie (de 67. Aaronson), Musah, Weah (de 67. Wright), Ferreira (de 46. Reyna) , Pulísico.

Cartões amarelos: Koopmeiners, F. de Jong.

Os americanos poderiam ter chegado ao marcador logo aos três minutos, quando Christian Pulisic se viu na frente de Andries Noppert, mas o guarda-redes holandês interveio bem e evitou a vantagem. A resposta dos holandeses foi rápida, aos dez minutos fizeram uma longa campanha, que foi efetivamente finalizada por Depay com um remate rasteiro de 13,14 metros.

O fato de o gol ter sido uma ação especial é confirmado pelos dados da Opta de que, na preparação para esse ataque, os holandeses fizeram 20 passes consecutivos, o que é o máximo de gols holandeses na Copa do Mundo desde que começaram a registrar esse tipo de dado em 1966.

Ao mesmo tempo, Depay se tornou o segundo maior artilheiro da história da Holanda, marcando seu 43º gol. Klaas-Jan Huntelaar agora tem um a menos e Robin van Persie lidera com 50.

Depois de uma pausa nas jogadas de perigo, os americanos voltaram a ameaçar aos 43 minutos, com Tim Weah abrindo o placar e Noppert mais uma vez dando bom passe. Assim como no início da partida, os holandeses voltaram a marcar.

Eles superaram a defesa americana novamente, outro passe de Dumfries da direita foi usado por Blind de 12 metros para 2 a 0 e aos 32 anos e 269 dias ele se tornou o segundo artilheiro holandês mais velho na Copa do Mundo depois de Giovanni van Bronckhorst (35 anos e 121 dias).

Os americanos tiveram a chance de diminuir a desvantagem aos 49 minutos após escanteio, mas no final Gakpo desviou na frente da linha do gol. Como esperado, os americanos jogaram um pouco mais concretos, mas Depay obrigou Matt Turner a intervir do outro lado aos 61 minutos.

Mesmo assim, os holandeses controlaram o andamento do jogo naquele momento, tiveram mais algumas chances, mas aos 75 minutos se permitiram um grande erro na defesa, mas Haji Wright não aproveitou. Mas este último redimiu-se aos 76 minutos quando, após passe da direita, passou por cima de Noppert com muita sorte para o 1:2.

Isso impulsionou ainda mais os americanos acordados, mas eles foram rapidamente acalmados por um dos melhores jogadores em campo de Dumfries, quando ele converteu o passe de Blind da esquerda com sua primeira mão para fazer o 3: 1.

As partidas das oitavas de final serão França – Polônia e Inglaterra – Senegal no domingo, Japão – Croácia e Brasil – Coreia do Sul na segunda-feira, e Marrocos – Espanha e Portugal – Suíça na terça-feira.


Egídio Pascoal

"Estudante. Especialista em web. Guru da música. Especialista em bacon. Criador. Organizador. Típico viciado em viagens. Estudioso de café. Explorador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *