Trazer um sanduíche de Bali para a Austrália pode custar € 1.800



O passageiro não deve levar comida no avião ou deve declará-la previamente. Foto: AP

Na bagagem de mão, trazia dois sanduíches McMuffin, que contêm ovo e carne, e ainda por cima, pão com presunto. As autoridades australianas o multaram em 2.664 dólares australianos (1.806 euros). “Produtos de risco não declarados”, como foram rotulados, foram descobertos em sua mochila por um cachorro chamado Zinta, treinado para garantir a biossegurança, escreve a CNN.

O Ministério da Agricultura, Pesca e Florestas da Austrália reforçou recentemente as regras sobre a introdução de alimentos do exterior, especialmente para carne e laticínios, pois um surto de febre aftosa entre o gado foi relatado em Bali, caso contrário, um feriado popular destino para australianos e outros.

“Esta será a refeição mais cara do McDonald’s para este passageiro até hoje”, até o Ministro da Agricultura australiano reagiu à sentença Murray Wattquem acrescentou: “Ele pagou o dobro da multa que a passagem de avião para Bali, mas não entendo as pessoas que não seguem nossas regras de segurança. Este caso mostra que você será pego se trouxer comida não declarada. Na Austrália há não há febre aftosa, e queremos que continue assim.”

A comida foi primeiro testada para vírus e depois destruída.

Egídio Pascoal

"Estudante. Especialista em web. Guru da música. Especialista em bacon. Criador. Organizador. Típico viciado em viagens. Estudioso de café. Explorador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.