Portugal defende o título de campeão europeu após reviravolta



Festa dos jogadores portugueses… Foto: EPA

Portugal jogou a final pela terceira vez, antes disso conquistou o único título há quatro anos em Ljubljana, quando derrotou a Espanha no prolongamento. Para a Rússia, esta já foi a sétima final do campeonato europeu, e venceu apenas em 1999.

No início de outubro, na Lituânia, os portugueses também esperavam seu primeiro título mundial, derrotando os argentinos por 2 a 1 na final.


... e torcedores nas arquibancadas.  Foto: EPA
… e torcedores nas arquibancadas. Foto: EPA

A Rússia abriu 2 a 0 no primeiro tempo com gols de Anton Sokolov (10 minutos) e Andrei Afanasyev (13 minutos), enquanto Portugal reduziu o placar para 2 a 1 (19 minutos) por meio de Tomas Paco pouco antes do intervalo.

Ele foi o herói da reviravolta no segundo tempo André Coelho, que marcou aos 27 (com a ajuda do goleiro russo Dimitri Putilov) e aos 32 minutos. A um segundo do final, Pany Varela confirmou a vitória portuguesa com um golo em baliza vazia, quando os russos substituíram o guarda-redes por um quinto jogador.

No segundo tempo, os russos não aproveitaram algumas oportunidades. Por diversas vezes, os atuais campeões, incentivados nas arquibancadas por um dos melhores jogadores de futsal, Ricardinho (que não joga mais pela seleção) e o lendário Luis Figo, foram salvos pelo goleiro André Sousa. Anteriormente, ele foi parcialmente culpado pelos dois gols russos. Mesmo Putilov não teve seu dia, ele poderia ter intervindo melhor em pelo menos dois gols.

Futsal: Os portugueses são campeões europeus pela segunda vez depois de Ljubljana 2018

Ambas as equipes venceram por 3 a 2 na semifinal de sexta-feira. Os portugueses também derrotaram os espanhóis, e os russos derrotaram os ucranianos após uma desvantagem de 0:2.

Na briga pelo terceiro lugar, os espanhóis venceram os ucranianos por 4 a 1 e seguem invictos no confronto direto. Eles ganharam medalhas em todos os 12 campeonatos europeus e foram campeões sete vezes. Carlos Orthiz terminou sua carreira de 15 anos na seleção com uma pequena final.

A seleção eslovena, já eliminada após as preliminares, ficou com o 13º lugar final entre os 16 participantes do PE.

Finais:

PORTUGAL – RÚSSIA 4:2 (1:2)
Tomas Paco 19º, Putilov 27º/ag, André Coelho 32º, Pany Varela 40º; Sokolov 10., Afanasyev 13.

Golos da segunda parte da final Portugal – Rússia
Golos da primeira parte da final Portugal – Rússia

Foto: EPA
Foto: EPA

Para o 3º lugar:

ESPANHA – UCRÂNIA 4:1 (2:1)

Semifinais:

Ucrânia – RÚSSIA 2:3 (1:2)

PORTUGAL – Espanha 3:2 (0:2)

Quartas de final:

PORTUGAL – Finlândia 3:2 (2:1)

Cazaquistão – UCRÂNIA 3:5 (0:1)

RÚSSIA – Geórgia 3:1 (0:0)

ESPANHA – Eslováquia 5:1 (3:0)


Foto: EPA
Foto: EPA

Todos os campeões europeus:

Holanda 2022: PORTUGAL
Eslovénia 2018: PORTUGAL
Sérvia 2016: ESPANHA
Bélgica 2014: ITÁLIA
Croácia 2012: ESPANHA
Hungria 2010: ESPANHA
Portugal 2007: ESPANHA
República Checa 2005: ESPANHA
Itália 2003: ITÁLIA
Rússia 2001: ESPANHA
Espanha 1999: RÚSSIA
Espanha 1996: ESPANHA

Elite Boss

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.