Estado de alerta foi declarado em Portugal devido a vários incêndios



Um incêndio no norte de Portugal. Foto: EPA

Atualmente, 1.800 bombeiros combatem as chamas em todo o país. O maior incêndio se alastrou em a região Vila Real no extremo norte e estendeu-se por uma zona montanhosa de difícil acesso.

O estado de alerta, declarado pelo governo no domingo, restringe principalmente o acesso às florestas e proíbe o uso de máquinas ou o uso de displays pirotécnicos para evitar novos incêndios. Significa também uma maior mobilização dos serviços de resgate e seus poderes.
No interior do país, o serviço meteorológico prevê temperaturas próximas dos 40 graus Celsius para hoje e terça-feira.

Em Portugal, que este ano enfrenta uma seca excepcional, o mês de julho deste ano foi o mais quente do século passado. Desde o início do ano, os incêndios queimaram quase 94.000 hectares de floresta e outra vegetação. Esta é a maior área desde os incêndios mortais em 2017, que ceifaram cerca de uma centena de vidas, de acordo com o último relatório do Instituto de Proteção da Natureza e Florestas.ICNF).

Apenas em um incêndio em um parque natural Serra Sim Estrelaque está na lista da UNESCO, queimou mais de 25.000 hectares de vegetação nas últimas semanas antes de ser controlado na última quarta-feira.

Lourenço Miranda

"Entusiasta da TV. Encrenqueiro. Geek da cultura pop. Viciado em música sutilmente encantador. Aspirante a pensador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.